quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

GRM é acionado pela FORÇA AÉREA BRASILEIRA (FAB)



GRM é acionado pela FORÇA AÉREA BRASILEIRA (FAB), para ficar de prontidão para eventualmente participar das buscas da aeronave que caiu hoje na cidade de Garuva/SC. GRM manteve contato constante com a FAB para a troca de informações.
Desde 2016 GRM oficialmente faz parte do Sistema de Busca e Salvamento da FAB (SISSAR).
Como as equipes da Polícia Militar e Bombeiros Militares, já estavam na missão por terra e pelo ar (ARCANJO e ÁGUIA), não foi necessária a participação do GRM na ocorrência, e também não foi necessário que a FAB enviasse uma aeronave para o local.
Lamentavelmente o piloto da aeronave faleceu no acidente.
GRM agradece a confiança que a FAB tem na equipe do GRM.
Fonte:
http://anoticia.clicrbs.com.br/sc/geral/joinville/noticia/2017/02/piloto-morre-em-queda-de-aeronave-na-regiao-de-garuva-norte-de-sc-9728362.html

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Acampamento de amigos no Itupava termina em tragédia após um ser levado pela correnteza


Acampamento de amigos no Itupava termina em tragédia após um ser levado pela correnteza
Publicado em 13 de fevereiro de 2017,15:38
Um acampamento entre amigos no Caminho do Itupava, na Serra do Mar, terminou em tragédia após o corpo de um jovem de 23 anos ser encontrado na manhã desta segunda-feira (13), em Morretes, no Litoral do Paraná. De acordo com o Corpo de Bombeiros, Raul Guilherme Glock e um amigo haviam acampado nas margens de um dos rios quando um fenômeno conhecido como ‘cabeça d’água’ atingiu a barraca, levando ambos correnteza abaixo entre a noite de sábado e a madrugada de domingo (12).
Segundo a tenente Turra, o amigo contou que acordou alguns metros abaixo de onde estava e deu sorte que um grupo de pessoas passava pelo local. “Esse amigo estava confuso, sem saber direito onde estava. Não sabemos dizer quanto tempo ele ficou desacordado ou se passou a noite caminhando, mas imediatamente foi levado ao pronto-socorro de Morretes”, explicou.
O fenômeno cabeça d’água acontece quando a chuva cai em um lugar específico e aumenta o nível de água, podendo provocar enchentes no curso. Este tipo de fenômeno se forma quando há forte calor e alta umidade do ar.
Desde domingo, os bombeiros realizavam buscas no Rio Ipiranga, em uma região de difícil acesso, para tentar encontrar o corpo de Raul. De acordo com as primeiras informações, a vítima foi encontrada na região do Salto dos Macacos, por volta das 11 horas.
http://www.bandab.com.br/jornalismo/acampamento-de-amigos-no-itupava-termina-em-tragedia-apos-um-ser-levado-pela-correnteza/

Vídeo mostra salvamento aéreo em cachoeira de Guaratuba


Notícia enviada por Marcio Hoepers
O Batalhão de Operações Aéreas (BPMoa) da Polícia Militar divulgou, na tarde deste domingo (12), um vídeo com o resgate de uma cachoeira em Guaratuba.
O salvamento aconteceu no domingo passado. Uma mulher, de 35 anos, estava machucada nas proximidades do Morro dos Perdidos, na Serra do Mar, em Guaratuba, próximo ao limite com o município de Tijucas do Sul. O local é um recanto de caminhadas e escaladas. Com mata densa, é bem isolado e impossível de ser acessado por carro.
O helicóptero do BPMoa decolou da base que fica na antiga Faspar, ao lado do Corpo de Bombeiros. Um policial desceu por corda, imobilizou a vítima e subiu pela corda com ela.
As imagens mostram a decolagem próxima à praia, cenas da praia e a linda paisagem da cacheira. Também mostra a descida do policial, e uma foto dele e da vítima pendurados pela corda.
A mulher foi atendida ainda no helicóptero por um médico, que detectou escoriações leves e uma fratura no nariz. Ela foi levada para o Pronto Socorro de Guaratuba. Foi atenduida e liberada em boas condições de saúde.
https://correiodolitoral.com/17990/video-mostra-salvamento-aereo-em-cachoeira-de-guaratuba

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

FAB realiza 48 missões em combate a incêndio no Chile



Esforço dos militares brasileiros é reconhecido pela população local
Em seis dias de trabalho, a Força Aérea Brasileira (FAB), que está atuando no combate ao incêndio no Chile com uma aeronave C-130 Hércules, atingiu a marca de 48 missões. Desde o dia 30 de janeiro, foram mais de 500 mil litros de água lançados sobre os focos de incêndio localizados na região de Bío-Bío, principalmente.
“Nunca realizamos essa quantidade tão elevada de saídas. Nem em atividades de formação das tripulações, tampouco em operações reais”, explica o Capitão Rafael Portella Santos, piloto do 1º Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT).
O esforço dos militares brasileiros, que ainda estão no Chile, sem previsão de retorno, está sendo reconhecido pela população local. “As pessoas nos param na rua para agradecer, comentam de algum amigo que mora perto de um foco de incêndio e nós passamos por lá e conseguimos apagar”, conta o capitão.
A brasileira Cláudia Maria da Penha Souza, que mora no Chile há 20 anos, diz que o incêndio foi devastador e a população local estava sem esperanças. “Quando vi na televisão que o Hércules viria, foi uma grande emoção, pois a sensação que tinha era de que o Chile ia desaparecer. Nunca vou esquecer que o meu país, o Brasil, veio nos socorrer”, relata.
Neste domingo, os militares da FAB ainda não foram acionados para lançamento de água, já que o trabalho nesses seis dias conseguiu abafar os focos de incêndio, mas a tripulação segue de plantão: “está muito quente e seco, sem possibilidade de chuva para os próximos dias, então pode ser que alguns pontos reacendam. Estamos aqui, abastecidos e prontos para decolar”, afirma o Capitão Portella.
Fonte: Portal Brasil, com informações da Força Aérea Brasileira
http://www.brasil.gov.br/defesa-e-seguranca/2017/02/fab-realiza-48-missoes-em-combate-a-incendio-no-chile

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Perdidos na reserva do Aguaí, jovens de Forquilhinha são resgatados pela PM e Bombeiros


Dois irmãos um de 21 e outro de 27 anos, ambos moradores do município de Forquilhinha, entraram na mata da reserva do Aguaí, por uma trilha localizada ao lado da barragem do rio São Bento em Siderópolis. Ao tentar retornar, os dois acabaram se perdendo na mata, a aproximadamente 500m de altura e quase 2km do local de partida.
De acordo com a reportagem do Portal Veneza, a Polícia Militar de Nova Veneza foi acionada por familiares por volta das 22 horas, imediatamente duas guarnições se deslocaram para prestar apoio: sargento Galvão, cabo Clésio e soldados Josemir e Dalcione. Estes dois últimos foram voluntários para iniciar o trabalho de resgate.
Após mais de duas horas de caminhada na mata, os militares encontraram os dois jovens no topo de um penhasco, impossibilitados de descer pois não possuíam nada para iluminar o caminho. Diante da situação, o soldado Dalcione acabou subindo entre as pedras a fim de orientar a descida dos irmãos. Logo em seguida também chegou no local uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros de Criciúma: sargento Pasetto e cabos, Rafael e Ronaldo.
Por conta do terreno íngreme e dificuldade de locomoção, a volta levou mais 3 horas, sendo a última parte realizada com rapel.
Os dois jovens foram recebidos sem ferimentos por familiares que aguardavam no local. “Foi um trabalho difícil, mas todos os envolvidos estavam calmos e trabalhando juntos, possibilitando assim o sucesso da missão,” relatou o sargento Pasetto.
https://www.forquilhinhanoticias.com.br/perdidos-reserva-aguai-jovens-forquilhinha-sao-resgatados-pela-bombeiros/